18 de mai de 2015

Pra que você não esqueça do cara que nunca te esqueceu.


Vim aqui só para te dizer algumas coisas que você não deveria esquecer. Não sou o cara das palavras aqui, cê sempre soube que eu era um mero mortal perto de você.

Vim aqui pra te dizer que eu cansei, e que outros vão cansar. Mas cansei porque achei que não ia dar pra mim. Achei que teria que evoluir demais para chegar aos teus pés, mas nunca vou ser mais do que um cara normal que gostou pra valer de você.

Vê se não esquece o tantão especial que cê é, pequena.

Também não esquece desse apelido nunca, nem das circunstâncias que te fizeram ser minha pequena por um tempinho.

Vê se não esquece de mim e não esquece que ó, cê me transformou.

Tem isso em você. Esse pozinho mágico que faz qualquer ser humano ser um pouco divino por um tempo. Não tanto como você, acho que isso nem é possível.

Não esquece que tem essa sua partezinha frágil e fofa. Não esquece que cê é toda bonitinha.

Não esquece de A Culpa É Das Estrelas, okay?

Não esquece da música que já foi nossa, não esquece que te acalmei quando cê tava pirando. Não esquece quando te imitei e cê riu que nem a bobinha que é no fundo.

Não esquece que cê é gente fina, que cê é carinhosa, que cê é maravilhosa, que cê é linda e que é diferente.

Não se iguala aquelas todas lá?

Não esquece que nunca vai ser igual depois de você. Cê é o tipo de menina que marca a vida de caras assim como eu, e vira parâmetro. Cê vira exemplo e é muito bom ter sido gostado por uma pessoinha assim tão especial.

Vê se não perde o teu lado ursinho. O mais bonitinho que te faz envermelhar e ficar gaguejando. E te faz perder por pouco tuas palavras tão bem... feitas.

Tem você em mim. Tem tuas palavras, e tem todo o amor que um dia te tive.

Ainda tenho, mas aqui dentro, guardado com todo o carinho que um dia cê me deu.

Quando me perguntou se eu tinha te esquecido eu disse que é impossível. Vê se lembra disso também. Além de amar tornar impossível a indiferença, amar você, em especial, torna impossível o esquecimento.

Tudo foi bom e as coisas boas a gente guarda.

Espero que cê guarde minhas palavras simplórias e meus sentimentos complicados.

Guarde a si mesma também.

Eu vou.

Vê se não esquece que elas nunca serão o suficiente pra mim.

Você, sim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário