24 de set de 2015

Aprende que não dá pra ser.

Não adianta, abre os olhos quem quer. Lutar por dois cansa, colocar-se demais em algo é suicídio, é assassinato de coração.

As pessoas ficam tão envoltas no seu próprio mundinho particular e criando personagens para quem amam que apagam todo o resto. Ficam alienados.

E escreve o que eu tô dizendo, sempre perdem alguém que estava ali pelo fato de não dar o devido valor que esse alguém merecia.

É tão difícil assim entender o tanto de sacrifício que alguém faz pra estar contigo, pra te fazer bem, enquanto tu tá aí colocando em primeira opção outras pessoas.

É legal ter alguém vivendo pra te fazer sorrir, né? Faz tu te sentir completo pra completar outras pessoas.

Cê não se liga, né? Sinceramente, as pessoas são idiotas, hipócritas e egoístas. Não valorizam quando têm, e quando perder acham que tem algum direito de cobrar alguma coisa de quem foi.

Vou ensinar uma coisa: ser cobrado por coisas que a própria pessoa que cobra não faz é um saco, além de decepcionante. Você só tem o direito de cobrar quando faz, e olhe lá.

As pessoas não são coisas para nos pertencerem, coloca isso na cabeça.

Além do mais, não dá pra ter tudo. Não valoriza quando é pra dar valor aí o pássaro cansa e quer voar, aí cê se sente no direito de controlar cada batida de asa.

Meu amor, as coisas não são desse jeito.

São consequências das tuas atitudes, não escolhas de quem tá indo.

Se são dois caminhos, você vai ter que escolher um e deixar o outro pra trás. Não dá pra ficar indo em um e em outro. Não dá.

E vai perder talvez a pessoa que mais fez pra ti. Que mais esteve ali, sutilmente cuidando de ti, sofrendo contigo, te amando mais que tudo.

E vai perder.

E perder de vez.

Porque perdoa uma, duas, três, perdoa até mais vezes, mas cansa. E mesmo não restando nenhum rancor, não existe mais vontade de tentar.

O amor pode não acabar, mas meu amor, só o amor não é o suficiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário